• Facebook: webgenium

Fale Conosco

45 3224-4585


Lentes de Contato

Postado em Serviços

lentes de contato 1

 

As lentes de contato também tiveram grande evolução, sempre com o intuito de melhorar a qualidade e conforto visual para os pacientes que desejam substituir os óculos, para os que ainda não têm indicação cirúrgica e também para os casos onde o uso delas é a melhor opção de tratamento e correção visual.

 

Historicamente, os primeiros estudos com um tipo rudimentar de lente de contato datam de 1636, por René Descartes, e uma descrição mais definitiva foi publicada entre 1827 e 1845 pelo astrônomo inglês John Frederick Herschell.

 

No início da década de 1960, surgia o material hidroxietilmetacrilato polimerizado, iniciando então a era das lentes gelatinosas. Na década de 1970, foi possível desenvolver as lentes rígidas gás-permeáveis com alta permeabilidade ao oxigênio, respeitando assim a fisiologia da córnea.

 

Atualmente, dispomos de uma vasta diversidade de modelos de lentes de contato que variam conforme o material de fabricação, tipo de descarte e, principalmente, a indicação clínica de cada paciente. Dentre as adaptações mais conhecidas, estão as lentes para correção de miopia, hipermetropia e astigmatismo.

 

Dentre as lentes mais modernas e que são diferenciais em relação a conforto estão as lentes esclerais, que são fabricadas com materiais de alta oxigenação e com diâmetro maior do que as lentes rígidas convencionais, cobrindo a córnea e apoiando-se na esclera (parte branca do olho). O que faz com que o paciente não perceba o movimento da lente, proporcionando maior conforto, boa adaptação e recuperação visual. Essas lentes são indicadas em córneas irregulares, como no caso do ceratocone, outras ectasias (deformidades) corneanas, córneas que já passaram por cirurgia, como a refrativa, e pós-transplante de córnea. Também são bem indicadas para atletas que dependem da correção óptica e precisam de maior estabilidade de visão do que a oferecida pelas lentes convencionais.

 

Para as pessoas que estão vivenciando a presbiopia, ou seja, a dificuldade de visão para perto, existem as lentes de contato multifocais, que permitem mais liberdade nas atividades do dia a dia, sem a dependência do uso dos óculos.

 

Durante a consulta com o oftalmologista e após realizada a avaliação completa, o médico tem condições de indicar e realizar a adaptação da lente de contato que corrija a visão do paciente, respeitando suas características individuais, necessidades e estilo de vida.

lentes de contato 2