• Facebook: webgenium

Fale Conosco

45 3224-4585


Ceratocone

Postado em Serviços

ceratocone 1

 

O ceratocone é uma doença que afeta a córnea (parte transparente na frente do olho), deixando-a mais fina e menos resistente. Com a pressão intraocular constante sobre ela, ocorre uma modificação na sua espessura e formato que passa a ter uma aparência pontiaguda.


Sintomas: fotofobia (sensibilidade à claridade), irritações, ofuscamento, turvação visual e/ou distorções moderadas, sendo que na maioria dos casos as pessoas não percebem que possuem a doença, pois, comumente, ela é confundida com miopia ou astigmatismo.


Diagnóstico: em caso de suspeita da doença, o diagnóstico é feito por meio do exame oftalmológico e confirmado pela Topografia Computadorizada ou pela Tomografia do Segmento Anterior – exame que faz um estudo da córnea e permite obter informações qualiquantitativas a seu respeito por meio de um gráfico numérico e de cores.


O diagnóstico precoce da doença não impede que a mesma evolua, porém quanto mais cedo o ceratocone for identificado, melhor será o resultado do tratamento que depende do grau de evolução da doença.


Indicações:


Óculos: nos casos mais brandos.


Lentes de contato: substituem a superfície irregular da córnea por uma regular, melhorando a percepção das imagens. A indicação de lentes é feita pelo oftalmologista, que analisa o desenho mais apropriado para o estágio da doença e a cada seis meses o usuário deve voltar ao oftalmologista para fazer uma avaliação de sua adaptação.


Cross-Linking: é um tratamento por meio do qual se expõe a córnea a uma combinação de radiação ultravioleta (UV-A) e Vitamina B2, produzindo um aumento nas ligações entre as fibras de colágeno, fortalecendo toda a estrutura da córnea. A função desse tratamento não é reduzir o ceratocone, mas sim evitar a progressão do mesmo.


Implante de anel intracorneal: indicado no estágio moderado do ceratocone, corresponde ao implante cirúrgico de anéis ultrafinos na córnea, que funcionam como um esqueleto que remodela e diminui a curvatura da córnea, tornando sua superfície mais regular. É uma técnica reversível, sem danos à córnea e não refrativa, ou seja, após o procedimento os pacientes continuarão precisando usar óculos ou lentes de contato para melhor qualidade visual.


Transplante de córnea: para graus avançados de ceratocone, o transplante consiste na substituição de toda córnea (transplante penetrante) ou de parte da córnea (transplante lamelar ou endotelial).

ceratocone 2